Categoria: Beleza

5 tratamentos para rugas infalíveis

5 tratamentos para rugas infalíveis

O espelho é um companheiro cruel, porém o mais verdadeiro de todos. Não é nada agradável olhar para ele e ver aquela ruga se formando que ontem, não estava ali. É triste, mas é a realidade de todo ser humano, principalmente das mulheres. Só para você saber, os homens perdem colágeno com menor velocidade. Que tal isso?

Aprenda quais são os cuidados mais básicos que você deve ter com a pele.

Porém, a tecnologia é uma verdadeira benção dos céus. Ela é capaz de trazer os anos de volta e nos fazer voltar no tempo. Para isso você precisa conhecer os melhores tratamentos que existem no mercado para acabar com rugas e aqueles que sejam melhores para o seu tipo de pele. Vamos a eles!

Micropuntura Facial
5 tratamentos para rugas infalíveis

Antes dessa maravilha, os tratamentos que existiam para rugas eram o botox (para o qual muita gente torce o nariz porque não trata de fato, apenas paralisa o músculo deixando o rosto sem expressão e só dura 5 meses) e o lifting. Mas, o que a Micropuntura Facial faz? O ácido lático é colocado na pele de forma indolor e com isso consegue estimular a formação do colágeno.

Saiba mais: Proteína asiática preço

É utilizado um aparelho chamado de dermógrafo, o mesmo usado para aplicações de maquiagem definitiva. Para que o resultado comece a aparecer, são realizadas 10 sessões (os pacientes com idades acima de 50 anos podem precisar de um número maior de sessões) e também é preciso que a paciente faça as sessões de manutenção, pelo menos, 1 vez por mês. Os resultados podem durar até 2 anos!

Ginástica facial
5 tratamentos para rugas infalíveis

Que tal brincar um pouco com o espelho? Aqui não basta descontar a sua raiva fazendo caretas, são expressões faciais pensadas de forma específica, para determinados pontos do rosto. É perfeita para quem não quer passar por procedimentos invasivos ou então está sem grana no bolso. Ela não faz milagres, mas pode sim deixar as linhas de expressão menos profundas.

A ideia aqui é fazer a musculatura do rosto trabalhar. Da mesma forma que acontece com o resto do corpo quando fazemos exercícios, quando trabalhamos os músculos da face conseguimos que haja uma maior circulação sanguínea e, com isso, maior oxigenação, levando mais nutrientes para o tecido epitelial e deixando a pele mais jovem.

O ideal é fazer um pouco de exercício todos os dias e não se deve privilegiar uma área em detrimento da outra. Então, faça exercícios para a região da testa, dos olhos e da boca, que são áreas nas quais se formam mutas rugas.

Bioplastia
5 tratamentos para rugas infalíveis

Isso aqui é uma solução definitiva, tudo o que você sempre quis não é mesmo? Ela funciona da seguinte maneira: uma substância chamada Polimetilmetacrilato (PMMA) é injetada numa região que fica abaixo dos músculos faciais. é utilizada substância anestésica para realizar o procedimento.

Aqui tem o ponto positivo de ser definitivo, ou seja, você não vai precisar ficar voltando ao consultório. Só que esse também pode ser o ponto negativo. Já pensou se alguma coisa sai errado? Se o seu organismo rejeita o produto? Será necessária uma cirurgia para retirar o produto e ninguém quer ficar com o rosto marcado não é mesmo?

Laser
5 tratamentos para rugas infalíveis

Neste caso, ocorrem pequenas perfurações na pele, praticamente microscópicas, mas que são muito úteis para estimular a formação de um novo colágeno, coagulando o antigo. Também promove a produção da elastina, uma proteína muito importante para manter a elasticidade da pele que vai se perdendo com o tempo.

Porém, para passar por esse tipo de procedimento é necessário tomar algumas precauções. Por exemplo, não é indicado quando a pele está muito bronzeada porque pode causar manchas. Se você tem alguma patologia que agrava com a exposição à luz ou algum tipo de alergia fotossensível, não deve utilizar esse tratamento.

Dermoabrasão ou Peelling de Cristal
5 tratamentos para rugas infalíveis

Aqui, o procedimento é mais agressivo e, desta forma, é mais indicado para tratar rugas mais profundas, aquelas que não conseguiram sumir com os tratamentos mais convencionais. Ao contrário do laser, a dermoabrasão é mais indicada para quem tem pele escura.

É preciso fazer uso de uma anestesia local já que ocorre um tipo de “lixamento” da pele através do jato de microcristais de óxido de alumínio. A ideia aqui é estimular a produção de uma nova pele e a cicatrização ocorre em torno de um mês. O valor da sessão pode ser um pouco salgado e a quantidade vai depender do resultado, sendo uma média de 10, a quantidade mais adequada.

HIDRATAÇÃO DOS PÉS: PORQUE É IMPORTANTE PREVENIR O RESSECAMENTO DESSA REGIÃO?

HIDRATAÇÃO DOS PÉS: PORQUE É IMPORTANTE PREVENIR O RESSECAMENTO DESSA REGIÃO?

Você costuma hidratar os pés? Veja como é importante cuidar dessa região tão ressecada

Quando falamos sobre hidratação da pele, logo pensamos na região do rosto e, muitas vezes, deixamos de lado outras partes do corpo que precisam deste mesmo cuidado de forma mais intensa, como os pés. É natural que esta região seja mais ressecada e áspera. Portanto, é essencial apostar na hidratação dos pés com um produto específico que atenda a todas suas necessidades, como CeraVe Creme Renovador de Pés. Entenda!

Leia também: pé ressecado tratamento

Por que os pés ficam ressecados?
As solas dos pés, assim como as palmas das mãos, são áreas do corpo naturalmente ressecadas devido ao atrito que sofrem com frequência no dia a dia. Além disso, outros fatores externos e intrínsecos do organismo que são capazes de promover a piora do aspecto ressecado, como o clima, hábitos como andar descalço, falta de hidratação e até mesmo algumas doenças.

Já conhece o clube de vantagens DermaClub? Com ele, você terá muito mais motivos para cuidar da sua pele. Acesse o link, cadastre-se no programa e aproveite os benefícios!

Entenda a importância de prevenir o ressecamento dessa região
Quando não cuidamos e hidratamos os pés, a pele da região pode ficar bastante ressecada, áspera e, até mesmo com rachaduras. Essas fissuras, além de provocar incômodo estético, acabam refletindo em desconfortos para sua saúde, como dor ao tocar o chão, formação de feridas e até a contaminação de bactérias e fungos.

Como acabar com o ressecamento nos pés
Além dos cuidados que devemos ter no dia a dia, como evitar andar descalço, usar sapatos confortáveis e realizar esfoliação periodicamente, é necessário investir na hidratação. Por isso, para ter os pés lisinhos, macios, livres das rachaduras e do ressecamento, use um creme hidratante específico que suaviza a pele e ajuda a reparar a barreira protetora da região. Creme Renovador de Pés de CeraVe é uma excelente opção: com ativos consagrados e hidratantes, como as ceramidas, aliadas ao poder do ácido hialurônico, o produto promove hidratação profunda e prolongada o dia inteiro para os seus pés. Além dos ativos hidratantes, o Creme Renovador de pés CeraVe possui ácido salicílico, que auxilia na renovação e, por isso, suaviza e afina a textura dos pés.

Como todos os produtos CeraVe, o Creme Renovador de pés CeraVe possui ainda uma tecnologia exclusiva de formulação chamada MVE. Essa tecnologia possibilita uma liberação prolongada dos ativos da fórmula, o que promove um efeito hidratante prolongado, durante todo o dia.

10 Dicas de beleza para todos os tempos

Selecionamos as recomendações de beleza mais interessantes, incomuns e eficazes das celebridades e seus fiéis ajudantes – os gurus da maquiagem, estilo e dietética.

1. “Minha mãe disse:” O mais velho é lindo e cuida das suas mãos. Eles são os primeiros a envelhecer. E a atriz norueguesa Liv Ulmann disse uma vez: “Sempre esteja em um estado de amor. Isso ajudará a preservar a beleza ”. Eu adicionaria de mim mesmo: fique, não tente se parecer com outra pessoa. ” Cate Blanchett , atriz

2. “Para que o batom dure mais tempo, você precisa esfoliar regularmente a pele dos lábios. Eu até tenho uma escova de dentes separada para este propósito. Açúcar mascavo ou esponja embebida em água morna também são adequados para esfoliação suave. Após o procedimento, é necessário amaciar os lábios com uma espessa camada de bálsamo “. Georgia May Jagger, modelo

3. “Se você quer enfatizar a tonalidade dos olhos , aqui vai uma dica: as tonalidadesbordô, marrom-avermelhada e rosada são ideais para os olhos verdes. A cor azul enfatiza sombras laranja-marrom e bronze; Para olhos castanhos, escolha tons roxos, carvão e lápis azul escuro. ” Will Malerb, Chefe Maquiagem Europeia Smashbox

4. “Pat McGrath, com quem trabalhamos em todas as campanhas publicitárias da Dolce & Gabbana, ensinou-me a aplicar o corretor Perfect Finish como base para a maquiagem das pálpebras. Com isso, qualquer sombra se torna super resistente. E se você aplicar corretivo sob os olhos, a aparência será fresca e aberta. Eu também cuidadosamente lavar pelo menos uma vez por semana todos os meus pincéis e esponjas. Você nem imagina quantas bactérias são perigosas para a pele nelas. ” Scarlett Johansson , atriz

5. “Existem muitas receitas de beleza incríveis que você pode seguir sem sair da cozinha. Sal, coco e azeite, canela, limão são adequados para produtos de beleza caseiros. Sais aromáticos podem ser usados ​​para banhos e argila branca para máscaras de limpeza. ” Angela Lindvall, modelo.

Conheça nosso site de beleza favorito.

6. “Para pacificar os cabelos recalcitrantes , sem pesar o penteado, aplique um pouco de spray de cabelo no pincel de blush e caminhe sobre ele.” Leighton Meester, atriz

7. “Batom pálido, tons pastel em nenhum caso, não pode ser aplicado em várias camadas. Caso contrário, você terá lábios como um homem morto. Não tenha medo de experimentar sombras brilhantes. Como último recurso, sombras brancas ou bege podem ser sombreadas sobre o tom principal e, assim, a cor pode ser abafada. ” Maquiador de Tom Pesho

8. “O principal segredo de maquiagem é bem simples: você precisa dominar o primer e o corretivo . Primer lidar com a tez cinzenta e sombras que dão ao rosto um olhar cansado. Um corretivo vai deixar sua pele radiante. O mais difícil é encontrar a combinação certa de tons. Se você tem pele pálida, use um corretivo rosa ou porcelana. Se seu tom é um pouco mais escuro, você precisará de um tom de pêssego. Aplique-o não só sob os olhos, mas também na ponta do nariz “. Bobby maquiador marrom

9. “Não faço ginástica, não tenho tempo e não entendo por que preciso pagar pelo sofrimento. Eu prefiro andar 10 km a pé em Paris. Ines de la Fressange, modelo

10. “Eu coloco óleo de coco orgânico no meu cabelo durante a noite. Ele restaura perfeitamente os fios após a exposição ao sol. Em geral, o óleo de coco é uma coisa indispensável nas férias. Pode ser distribuído por todo o corpo e depois esfregar suavemente a pele com areia comum. Eu recomendo liberar essa mistura diretamente no mar. A pele fica macia e suave como seda. Doutzen Kroes , modelo

Pele saudável

Pele saudável

A depilação a laser é apropriada para a pele negra?
Existe idade específica para começar o uso da toxina botulínica?
O açúcar e efeitos sobre a pele
Piscina, praia e muito sol. Nesta época do ano, nossa pele precisa de muita atenção e cuidados diários a fim de minimizarmos os impactos causados pela exposição solar, pelo cloro das piscinas e pelo sal do mar. Com alguns passos simples, comuns a todos tipos de pele, podemos manter a cútis saudável e livre de manchas, oleosidade excessiva e maiores danos, preservando assim a aparência jovem e bonita.

Leia também: Pele saudável

1. Lave o rosto com frequência moderada,

Pixabay – Lave o rosto moderadamente
porém, dê preferência para a água fria. Da mesma maneira, evite banhos muito quentes, para evitar possíveis agressões. Você pode tomar mais de um banho ao dia, mas vale ressaltar o uso comedido do sabonete, pois ele pode ressecar sua pele e remover demais as nossas proteções naturais

2. Em nenhuma hipótese, deixe de usar o filtro solar.

Pixabay – Filtro Solar
Seja no corpo ou rosto, não podemos esquecer desse cuidado fundamental. Ele ajudará a evitar manchas, envelhecimento precoce e maiores doenças. Mesmo que seu desejo seja ter aquele bronzeado, só se exponha ao sol usando protetor. Caso você tenha dúvidas de como fazer o uso correto, recomendo que leia nossa coluna a respeito

3. Não deixe de hidratar sua pele,

Hidratante oil free – Pixabay
aposte em hidratantes mais fluidos e menos oleosos, além disso, beber água regularmente é de extrema importância. Sempre se lembre que qualquer tipo de pele necessita de hidratação

4. Evite realizar procedimentos estéticos e em seguida

Imagem ilustrativa – Aplicação de Botox – Fonte e criação: Freepiks
expor a pele ao sol, mar e piscina. Tal conduta pode acarretar diversos problemas, como manchas, bolhas, processos alérgicos e, até mesmo, a proliferação de microrganismos indesejados dependendo do tipo de lesão causada pelo tratamento, por isso é importante seguir as recomendações do profissional

5. Além da ingestão de água,

Pixabay – beba água
invista na alimentação saudável. Alimentos que possuem betacaroteno são ideais para manter a saúde da pele nesse período, além de ajudar no bronzeado e ter ação antioxidante, evitando assim o fotoenvelhecimento. Exemplo de alimentos que contêm betacaroteno: beterraba e cenoura.

Pele do corpo seca e áspera,Causas, sintomas e soluções

Pele do corpo seca e áspera, Causas, sintomas e soluções

Sintomas da pele áspera no corpo
Compreendendo as causas da pele seca e áspera no corpo
Fatores que podem contribuir para o surgimento da pele áspera no corpo
Tratando a pele seca e áspera do corpo
Produtos relacionados
A pele não só é o maior órgão do corpo, mas também desempenha um papel vital na regulação da sua temperatura e age como uma barreira de proteção para o organismo contra agentes externos. No entanto, certas partes do corpo tendem a ficar secas e apresentar as vezes rachaduras, fazendo com que a pele perca a capacidade de desempenhar essas funções. Contudo, uma boa rotina de cuidados com a pele, usando produtos formulados especificamente para peles ásperas e ressecadas, pode ajudar a restaurá-la, deixando-a em um estado mais saudável.

SINAIS & SINTOMAS
Sintomas da pele áspera no corpo
A pele seca pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas algumas áreas são mais propensas a ficarem muito ressecadas ou até mesmo ásperas e rachadas.

A pele seca aparece de forma gradual e segue um processo progressivo:

A pele seca apresenta uma sensação de estiramento e pode apresentar-se com maior ou menor grau de aspereza.
Com frequência, os primeiros sinais de ressecamento não causam muito desconforto, mas ignorá-los pode fazer com que o quadro clínico se agrave.
A pele muito seca é bastante tensionada, muito áspera, escamosa, rachada e apresenta coceira.
A pele apresenta uma sensação de estiramento e também pode apresentar descamação.
O ressecamento excessivo pode fazer com que ela encolha e fique frágil, levando à rachaduras, especialmente em áreas que precisam ser flexionadas durante o movimento, como a planta dos pés ao caminhar. A pele também pode ter sinais de inflamação.
Sintomas da pele áspera e rachada

Estiramento extremo
Aspereza intensa
Rachaduras ou fissuras na pele
Coceira intensa

A pele seca fica mais áspera e rachada quando o ressecamento atinge as suas camadas mais profundas.

As solas dos pés tendem a ficar secas e rachadas.
Áreas da pele do corpo afetadas pelo ressecamento e aspereza

A pele das nossas mãos fica seca devido à lavagem frequente. As fissuras geralmente ocorrem ao redor das articulações dos dedos, pois a pele está tensionada e pode quebrar facilmente quando esticada.
A pele dos pés, especialmente na região do calcanhar, torna-se ressecada com frequência, ficando áspera e rachada, gerando um desconforto; e, em casos graves, pode ficar dolorida e inflamada. A pele da região do calcanhar precisa ser mais espessa para assim suportar a pressão e o estress do movimento ao caminhar e correr.
Os lábios também são propensos ao ressecamento, especialmente em pacientes com acne sob medicação oral, pois tendem a rachar, gerando bastante desconforto e dor.

Lavar as mãos com frequência gera o problema do ressecamento, pois a pele ao redor dos dedos pode quebrar.

A pele seca no rosto pode ficar áspera e até mesmo descamar.
Doenças e seus impactos sobre a pele

A pele seca, ou “xerose”, como é conhecida clinicamente (em grego: “xero” significa “seco” e “osis” significa “doença”) é uma classificação ampla que inclui o ressecamento da pele provocado por qualquer tipo de fator, sejam eles internos ou externos. Há também outros problemas de pele que levam a uma pele seca, áspera e rachada. Problemas como a psoríase e a dermatite atópica na face ou no corpo possuem causas inflamatórias implícitas, deixando a pele com uma aparência avermelhada, escamosa e com muita coceira.

A dermatite atópica geralmente afeta crianças pequenas e deixa uma pele áspera e irritada nas regiões de dobras (joelhos, cotovelos e áreas do quadril).
Peles acometidas por psoríase geralmente apresentam placas de pele seca, duras e com coceira, que podem surgir em qualquer parte do corpo.
Diabetes, seja do tipo 1 ou 2, também podem provocar ressecamento da pele, deixá-la áspera e com incidência de coceira.

Algumas doenças de pele relacionadas à pele seca desenvolvem sintomas como a vermelhidão, descamação e coceira.
Há mais informações sobre pele seca e também sobre problemas de pele como a dermatite atópica, psoríase e xerose neste site.

Se você está preocupado ou inseguro quanto aos seus sintomas, ou se eles estão piorando, recomendamos consultar pessoalmente o seu médico ou dermatologista.

CAUSAS & FATORES DESENCADEADORES
Compreendendo as causas da pele seca e áspera no corpo
As causas de uma pele seca, áspera e rachada variam desde cuidados inadequados com a pele, a fatores ambientais e a problemas ligados à saúde, como a dermatite atópica e a psoríase. Essas causas são influenciadas por fatores internos e externos.

Fatores externos

A pele seca, ou o processo de desidratação da pele, ocorre em etapas:

A pele fica seca quando começa a perder os seus lipídios naturais, resultando na quebra da sua barreira superficial, impedindo assim que ela retenha a umidade.
Isso acelera a velocidade com que a pele perde umidade. A falta de fatores de hidratação naturais que retém a água na pele, faz com que as camadas superiores da pele fiquem desidratadas.
A pele seca torna-se áspera e rachada quando o ressecamento atinge as camadas profundas, comprometendo as aquaporinas cutâneas — canais de umidade nos níveis mais profundos da epiderme que regulam a distribuição de umidade interna.

A deficiência de fatores de hidratação natural de fixação da água (FHNs) deixa as camadas superiores da pele desidratadas.
O ressecamento da pele pode ser provocado por fatores externos como por exemplo, as condições climáticas, as quais afetam a capacidade da pele em reter a umidade e o uso inadequado de produtos para os cuidados da pele.

Fatores Ambientais

Condições climáticas agressivas – o ar quente, frio e seco alteram a barreira da superfície da pele.
Mudanças de estações – os sintomas da pele seca geralmente pioram tanto durante o inverno, como no verão.
A luz solar ultravioleta (UV) pode aumentar a taxa de envelhecimento da pele fazendo-a mais suscetível ao ressecamento causado pela idade.
Cuidados inapropriados com a pele

Lavar com frequência, ou banhos e duchas longos e quentes removem os lipídios que compõem a barreira da pele.
Uma rotina de cuidados com a pele inapropriada – Faz-se importante seguir uma rotina de cuidados com a pele e utilizar somente produtos que sejam adequados para a pele com sinais de ressecamento.
Medicação

A pele seca é um efeito colateral de alguns medicamentos. Um dos medicamentos comumente usados ​​que possuem esse efeito colateral são os diuréticos para pressão arterial. Eles funcionam aumentando a taxa de evaporação da água do corpo, além de alguns antibióticos e medicamentos para acne.

Alguns sabonetes são muito agressivos com a pele e removem os seus lipídios naturais.

Alguns medicamentos podem causar um ressecamento na pele. Verifique com o seu médico se a sua medicação pode levar a esse efeito colateral.
Fale com o seu médico sempre que suspeitar que um medicamento está contribuindo para o ressecamento da sua pele.

Fatores internos

Influência genéticas
O equilíbrio de hidratação da pele também é influenciado pela genética. Algumas pessoas têm pele oleosa e outras pele seca. Esses tipos de pele são herdados, embora um indivíduo possa não ter necessariamente o mesmo tipo de pele que os pais. Além disso, pessoas de pele clara parecem ser mais propensas a ter uma pele seca do que pessoas com tez mais escura. Problemas de pele como a dermatite atópica, psoríase e ictiose geralmente apresentam uma predisposição genética.

Influências hormonais
Alterações nos níveis de certos hormônios, principalmente do estrogênio e da testosterona, podem influenciar a hidratação da pele e os seus níveis de lipídios. Isso é mais visível depois da menopausa ou durante a gravidez.

Idade
Conforme a pele fica mais madura, a atividade das glandulas sebaceas e sudoríparas é reduzido, resultando numa diminuição da capacidade de produzir suor e lipídios. Da mesma forma, o teor de água da pele e a sua capacidade para reter a umidade, também ficam reduzidos. Esses fatores levam ao ressecamento da pele, que por sua vez contribui para o envelhecimento dela e para o desenvolvimento de linhas finas e rugas. O termo geral disso é o ressecamento causado pela idade.

Dieta
Como qualquer outro órgão, a pele exige uma série de nutrientes importantes, para poder funcionar corretamente. Eles podem incluir óleos vegetais e vitaminas, especialmente as vitaminas C e E.

Em peles mais escuras, os sinais de envelhecimento aparecem com menor gravidade e começam num estágio posterior.

Podem aparecer estrias durante a gravidez – a aplicação regular diária de loções ou óleos corporais de reposição, combinados com uma massagem suave nas áreas afetadas, ajudará a prevenir o desenvolvimento desse mal.

Depois dos 25 anos, a pele fica cada vez mais seca e menos elástica, conforme o tempo passa.
FATORES CONTRIBUINTES
Fatores que podem contribuir para o surgimento da pele áspera no corpo
Os fatores, que afetam o equilíbrio de umidade natural da pele e que fazem com que a pele fique áspera e rachada, são os que seguem:

Cuidados com a pele

O uso de sabonetes com detergentes agressivos retira da pele os seus lipídios naturais e a sua umidade, provocando uma pele seca, áspera e rachada.

Uma boa rotina de cuidados com a pele é muito importante para prevenir e tratar a pele seca, áspera e rachada.

Um hidratante adequado deve ser aplicado com frequência sobre a área afetada. O melhor momento para se aplicar um produto hidratante é quando a pele está limpa e levemente úmida, por exemplo, após o banho ou ducha. Hidratantes com compostos que restauram o funcionamento das camadas mais profundas da pele são recomendados para peles muito secas, ásperas e rachadas.

Lavar com frequência também é um fator que leva a uma pele seca, áspera e rachada. Banhos e duchas não devem ser quentes ou longos demais, pois isso faz com que os lipídios naturais da pele, e fatores hidratantes naturais, sejam removidos, reduzindo a capacidade da pele de reter umidade.

É importante que as soluções de limpeza sejam suaves o suficiente para não remover os próprios lípidos da pele.

Ajude a recompor a sua pele para restaurar o equilíbrio da umidade, utilizando produtos de cuidados com a pele próprios para peles secas.
Clima, estações e exposição ao sol
As mudanças de estações são uma causa comum, levando a uma pele seca, áspera e rachada. Durante os meses de inverno, a pele fica exposta ao frio e aos sistemas de aquecimento internos. Estas condições levam ao ressecamento desta pele. Ela fica áspera e rachada durante esse período e, se não for tratada, rachaduras podem aprofundar e inflamar.

Durante os meses quentes de verão a pele fica seca devido à exposição excessiva ao sol. A pele com queimaduras solares fica mais suscetível ao ressecamento. Para evitar que ela fique áspera e se rompa, deve-se aplicar um filtro solar que contenha um hidratante e que não contenha perfume ou outros agentes irritantes como corantes, por exemplo.

Riscos ocupacionais
Certas profissões possuem um risco maior de desenvolver uma pele ressecada, a qual pode ficar muito áspera e rachada. São ocupações que envolvem a exposição da pele a determinadas condições, como calor ou frio intensos (agricultores/pescadores), ou uso frequente de detergentes (médicos/enfermeiros/cabeleireiros).

A exposição solar faz com que a pele perca umidade e deixe a pele seca ainda mais seca. Além disso, os raios UV podem causar mudanças permanentes na pele.

Algumas profissões podem exigir que as mãos sejam lavadas com frequência. Isso provoca o problema de pele seca.
Desidratação
A pele recebe sua hidratação através do corpo e , portanto, é dependente do equilibrio de água no organismo. Quando desidratado, o corpo reduz a oferta de umidade à pele, desacelerando o fluxo natural da água o que contribui para uma pele seca. Pessoas na melhor idade ficam mais propensas à desidratação, pois a sensação de sede diminui com o passar dos anos.

Leia também: Problemas de pele causas

Fumar
O cigarro contém muitas toxinas, incluindo a nicotina, que provocam uma redução significativa no fluxo do sangue. Isso leva a uma diminuição na taxa de metabolismo no interior da pele, o que faz com que as fibras de suporte no tecido conjuntivo percam a sua elasticidade. Isso significa que a pele envelheceu precocemente e ressecará com maior facilidade.

SOLUÇÕES
Tratando a pele seca e áspera do corpo
Evitando os fatores que contribuem para o ressecamento da pele

Além de adotar uma boa rotina de limpeza e hidratação, é importante evitar fatores que favoreçam o ressecamento da pele. Isso ajudará a amenizar os impactos do ressecamento e a necessidade de tratamento:

Evite o ar seco gastando menos tempo ao ar livre, em climas quentes e frios, e use um umidificador dentro de casa quando o aquecimento estiver ligado.
Reduza o tempo gasto sob a água quente tomando duchas rápidas ao invés de banhos mais longos.
Use luvas ao lavar a louça, isso ajudará a evitar a água quente e os detergentes fortes.
Use roupas feitas de materiais naturais, como o algodão e a seda, que não irritam a pele. A lã é natural, mas pode irritar a pele, por isso deve ser evitada.
Ao lavar as roupas, faça uso de sabão neutro, isento de corantes e perfumes pois estes agentes podem permanecer nas roupas após a lavagem e instigar o ressecamento e a irritação da pele.
Beba quantidades adequadas de líquidos.

Roupas feitas com materiais naturais, como o algodão e a seda são a melhor opção para a pele seca, pois não provocarão uma irritação extra.

É sempre bom proteger as mãos com luvas quando são submetidas a um contato frequente com água ou detergentes.
Para curar o problema da pele seca, é necessário adotar uma rotina de cuidados com a pele, que não cause uma maior deterioração da sua barreira. Além disso, repor fatores de hidratação naturais, como a ureia, também ajudará a restaurar o equilíbrio da pele e, idealmente, também tratará a deficiência de substâncias vitais que regulam o fluxo de água nas camadas mais profundas da pele.

A pele ressecada pela diabetes ou pela psoríase exigem o uso de produtos adequados, dependendo da gravidade do ressecamento, Nos casos de Dermatite Atópica faz-se necessário o uso de produtos específicos para o cuidado diário da pele, especialmente no caso de bebês e crianças pequenas. Ao escolher um produto de cuidados com a pele para as crianças, verifique sempre a recomendação de idade.

Limpeza da pele seca e áspera do corpo

Como a causa principal do ressecamento e aspereza da pele é a quebra da barreira superficial, é importante que o processo de limpeza seja suave o suficiente para não remover os próprios lipídios da pele.

Ao invés de esfregar a pele molhada com uma toalha, deixe-a quase seca com leves toques.
Hidratação da pele seca e áspera do corpo

O primeiro requisito que os hidratantes para pele seca devem ter é o de restaurar o equilíbrio de umidade nas camadas superiores da pele.

Ureia e Lactato: São fatores de hidratação naturais (FHN) que atraem e retém a umidade no estrato córneo, ou na camada superior da pele. A pele muito seca, que ficou áspera e rachada, exige uma maior concentração desses fatores de hidratação naturais. Em geral, os produtos para a pele seca e muito seca devem ter, pelo menos, 5% a 10% de ureia, respectivamente.

A ceramida-3 componente da barreira lipidica da pele, contribui na reparação desta barreira natural que retarda a taxa de evaporação de água na pele, regulando assim a perda de umidade.

O glucoglicerol estimula as aquaporinas da pele e ajuda a apoiar o fluxo ascendente natural de umidade para as camadas superiores. O equilíbrio da umidade nas camadas superiores da pele depende de um suprimento adequado de hidratação para as camadas mais baixas e, logo, restabelecer esse equilíbrio nas camadas inferiores é um pré-requisito para hidratar a pele completamente.

 

Flacidez

Flacidez

A Flacidez ocorre quando a pele ultrapassa seu limite elástico (crescimento, obesidade ou gravidez) ou perde sua capacidade elástica (envelhecimento natural ou medicação) devido à falta de colágeno, elastina, água e gordura, não retornando mais ao seu estado natural.

Os músculos são os responsáveis por dar sustentação à pele e à gordura, deixando tudo no lugar. Tendo uma musculatura saudável a pele fica mais irrigada, mais vascularizada e mais firme.

Por causa da variação hormonal, há uma diminuição do colágeno e da elastina, fibras que dão sustentação à pele.

Existem pessoas que têm maior predisposição à flacidez. Devido a uma maior propensão genética, alguns indivíduos têm a estrutura da pele alterada, com diminuição ou alteração das fibras de colágeno e elastina.

A Flacidez pode ser tratada com procedimentos que, mesmo que de forma sutil e bastante gradual, estimulem a reorganização e oxigenação da pele, como as massagens em geral, em especial a Massagem Modeladora, que é mais vigorosa. Esses procedimentos são bastante indicados principalmente na prevenção da flacidez.

Leia também: Flacidez causas

flacidez
Indicações:
O Tratamento para Flacidez é indicado para:

Tonificar a musculatura
Modelar o corpo
Ativar o metabolismo
Aumentar a circulação sanguínea
Reduzir o inchaço
Contra Indicações:
O Tratamento para Flacidez é contraindicado para pessoas com:

Dermatites
Hipertensão
Febre
Infecção no dia da aplicação
Varizes
Duração do Tratamento:
O Tratamento para Flacidez dura em média 50 (cinquenta) minutos e segue os seguintes passos:

Higienizamos ou Esfoliamos a pele para remover as impurezas (de acordo com a avaliação da Esteticista)
Iniciamos com a aplicação de creme com princípios ativos (de acordo com a avaliação da Esteticista) para facilitar as manobras
Seguimos então com a massagem pela parte da frente do corpo, deslizando as mãos sobre as pernas em movimentos ascendentes começando pelo joelho, coxas seguindo pelos quadris e abdômen
Depois na parte de trás do corpo, massageamos as coxas, quadris, glúteos e costas
Recomendações:
O Tratamento para Flacidez não promove riscos desde que observadas todas as indicações e contraindicações.

O ideal é fazer o tratamento de 2 (duas) até 3 (três) vezes na semana, com intervalo de 1 (um) dia
Adotar hábitos saudáveis, como uma alimentação balanceada e prática de exercícios físicos

Dicas para Eliminar as Olheiras

Dicas para Eliminar as Olheiras

Você sofre com olheiras? Saiba que existem vários produtos e truques para disfarçá-las, assim como os mais variados tipos de tratamentos.

Leia também: Tratamentos para olheiras

O que são as olheiras exatamente?
As olheiras são marcas profundas e de cores mais arroxeadas que se formam ao redor dos olhos. A pele nessa região fica arroxeada quando o tecido está muito fino e transparente, permitindo que se vejam os vasos sanguíneos.

Com esses vasos dilatados, ocorre uma espécie de inchaço local pela saída de glóbulos vermelhos do interior deles para a derme. Esses glóbulos sofrem uma transformação química, formando um depósito de pigmentos férricos que tornam a região mais escura. Outra possibilidade para o aparecimento de olheiras é a de alta concentração de melanina na região ao redor dos olhos.

As olheiras podem aparecer como bolsas, coloração escura ou arroxeada, flacidez, rugas ou sulcos. Esses aspectos tornam o visual cansado e abatido.

Causas das Olheiras
Hereditariedade
Dilatação dos vasos da área dos olhos, levando mais sangue à região e reforçando a pigmentação
Noites mal-dormidas
Cansaço físico
Falta de cuidados com a área dos olhos
Pele branquinha e fina
Estresse físico ou emocional
Fumo
Alergias e rinites

Dicas para Disfarçar as Olheiras
Alguns cuidados e truques são úteis para disfarçar as olheiras:

Passe um corretivo. Além dos tradicionais, existem corretivos coloridos, cada um com a sua função. Para disfarçar olheiras, experimente o corretivo amarelo. Esse tipo de tom se neutraliza com a cor da pele e ajuda a esconder os tons em evidência da olheira. Mas, se o amarelo ficar evidente, finalize com uma camada de corretivo da cor de sua pele. Para sugestões de corretivos, veja a lista de produtos no fim do post.
Utilize truques de maquiagem com base e pó facial.
Durma o suficiente. Sem um sono de qualidade, a pele não consegue se recuperar direito — e isso se reflete no dia seguinte.
Antes de dormir, passe um creme cosmético específico de hidratação da área dos olhos. Uma boa hidratação na área dos olhos aumenta a espessura da pele e, consequentemente, os vasos dessa área não ficam tão aparentes, melhorando a coloração local.
Pratique exercícios físicos e mantenha uma alimentação saudável.
Lave o rosto com água fria, que promove uma vasoconstrição dos vasos, amenizando as olheiras.
Faça massagens circulares suaves na região dos olhos.
Evite a exposição ao sol para evitar a pigmentação de melanina abaixo dos olhos.
Tratamento para as Olheiras
Laser
O laser é um tratamento muito eficaz e recomendado por dermatologistas. O tratamento consiste na aplicação local de laser de luz pulsada, cuja missão é clarear a pele e diminuir os vasos sanguíneos. O aparelho também estimula o aumento do teor de colágeno da pele. A região da pálpebra ganha em vigor e elasticidade, a flacidez diminui e, por consequência, também contribui muito para melhorar o aspecto geral do rosto.

Peeling para Clarear as Olheiras Escuras
O peeling também ajuda no combate às olheiras, principalmente aquelas com excesso de pigmento, com coloração amarronzada. Os ácidos promovem uma esfoliação suave da região com clareamento. O peeling mais indicado é o de ácido tioglicólico.

Preenchimento para Olheiras Fundas
Quando a cavidade do globo ocular é muito funda, acontece um sombreamento natural que agrava o escurecimento da região. Para os casos em que a olheira é uma consequência da anatomia do olho, o preenchimento com ácido hialurônico é o mais indicado. A técnica irá dar volume para a pele abaixo do olhos de forma que fique nivelada com a face

Drenagem Linfática para Eliminar as Bolsas
Uma drenagem linfática bem localizada na área dos olhos e testa aumenta a microcirculação da região, eliminando o inchaço e as manchas arroxeadas.

Cremes Específicos para a Área dos Olhos
Existem produtos específicos para tratar de olheiras, que atuam especificamente na região dos olhos. Para essa região — que tem uma vascularização delicada — os componentes indicados são: Vitamina K1, bioflavonóides, vitamina C e retinol. Esses princípios ativos aumentam o tônus venoso e com isso diminuem a dilatação, uma vez que atuam na microcirculação sanguínea. As vitaminas C e E, que têm função antioxidante e descongestionante, também agem como clareadores. Os cremes são excelentes coadjuvantes em tratamentos, para potencializar e manter seus efeitos. Para sugestões de cremes, veja a lista de produtos no fim do post.

Luz Pulsada
Indicado para as olheiras de coloração amarronzadas e com presença de vasos, a fototerapia é um tratamento com luz pulsada que ajuda a ativar a circulação sanguínea que está estagnada na região da pálpebra.

Cirurgia para Retirada das Bolsas
As cirurgias para o tratamento e remoção das bolsas palpebrais são chamadas tecnicamente de blefaroplastias. Ao retirar os abaulamentos causados pelas bolsas, a pele fica mais lisa e com menos zonas de sombreamento, suavizando as olheiras.

Tratamentos Naturais para Olheiras
Os tratamentos naturais não tem efeitos colaterais, são mais baratos e às vezes são suficientes para amenizar o problema. Algumas sugestões:

Máscaras de argila: Usar a argila é uma opção quando você não pode fazer a drenagem linfática. Quando a argila seca, ela faz uma leve pressão sobre a pele, agilizando o processo de drenagem, melhorando a circulação e diminuindo o inchaço. A argila contém propriedades que aceleram o processo de desintoxicação do organismo, deixando a pele menos estressada.
Compressa de chá gelado: Tanto o chá verde quanto o chá de camomila são eficientes para as olheiras roxas, causadas pela dilatação dos vasos. A camomila acalma a região e o fato de o chá ser gelado contrai os vasos. Arnica e bardana podem substituir a camomila.
Massagem com babosa: Pegue uma folha de babosa e corte-a pela metade. Extraia o gel e faça uma massagem suave sobre as olheiras. Esta planta possui muitas propriedades, dentre elas a de hidratar e tonificar a pele.
Massagem com óleo de coco: Separe uma colher de sopa de óleo de coco e faça uma massagem suave debaixo dos olhos e deixe que o produto atue por 20 minutos. Passado esse tempo, enxágue bem com água fria.
Óleo de amêndoas e óleo essencial de menta: Separe uma colher de sopa de óleo de amêndoas e coloque 2 gotas de óleo essencial de menta, misture bem e massageie delicadamente a área dos olhos. Deixe agir por 20 minutos e enxágue com água fria. Tanto o óleo de menta como de hortelã ajudam a remover as olheiras escuras.

Colágeno: para que serve, benefícios e como consumir

O colágeno em pó ou hidrolisado deixa a pele mais resistente e também mantém as unhas, ossos, dentes e cabelos saudáveis

Aproximadamente um terço da proteína de nosso corpo é colágeno. Ele tem uma função estrutural que protege outros tecidos menos resistentes e permite a sua conexão com o esqueleto ósseo. Vamos esclarecer tudo o que você precisa saber sobre essa proteína ótima para saúde.

O que é?
O colágeno é uma proteína composta por 3.000 aminoácidos dispostos em três correntes moleculares entrelaçadas, formando uma espécie de hélice tripla flexível e robusta. Ele tem inúmeros atributos: deixa a pele resistente e elástica, reforça tendões e ligamentos que unem os músculos aos ossos e sustenta os órgãos internos. Ossos e dentes são feitos pela adição de minerais à matriz de colágeno, e 75% da pele é colágeno.

Tipos de colágeno
Mais de 20 tipos de colágeno são encontrados no corpo, de acordo com um artigo publicado na revista científica Advanced Drug Delivery Reviews. A estrutura e a função do colágeno são determinadas pela sequência dos aminoácidos. Em alguns tecidos, como órgãos, o colágeno pode ter a forma de um gel. Em outros, como os tendões, o colágeno vem como fibras apertadas para fornecer a resistência.

Fonte de colágeno
O colágeno é um produto de origem animal, e é basicamente extraído da pele, cartilagens e tendões de aves, suínos e bovinos. Há um processo de agregação de água ao colágeno animal, chamado de hidrólise, obtendo-se assim o colágeno hidrolisado, em forma de pó branco.

Benefícios do colágeno
O colágeno atua no fortalecimento de unhas frágeis e promove maior resistência, espessura, crescimento e brilho aos cabelos. A pele adquire mais tônus, hidratação, e pode haver uma redução da flacidez cutânea. O colágeno hidrolisado desempenha um papel importante na prevenção e no tratamento de dores articulares, artrose e osteoporose, e tem sido utilizado para minimizar a ocorrência de lesões na terceira idade, pois mantém o tecido articular mais hidratado e elástico. Ele também é utilizado para prevenir lesões em atletas. Diversos estudos realizados na Europa e nos Estados Unidos atestam esses benefícios.

Leia também: Skin renov é bom

Saiba mais: Oito cuidados contra o envelhecimento da pele dos 40 aos 50 anos
Quando a produção de colágeno diminui?
A partir dos 25 anos, a produção de colágeno começa a diminuir (perdemos cerca 1% ao ano). “As linhas de expressão começam a aparecer, resultando em uma pele mais frágil e menos elástica, ou seja, flácida”, explica a nutróloga Paula Guidi.

Leia também: Fascia preço

De acordo com a especialista, outro ponto importante é que as mulheres produzem menos colágeno do que os homens. Estudos comprovam que no período da menopausa a velocidade de perda dessa proteína é aumentada, chegando a atingir 30% nos primeiros cinco anos.

Colágeno comestível
O colágeno hidrolisado é composto por 90% de proteína, 2% de sais minerais, e 8% de água. Sua classificação é descrita como uma proteína comestível e seus principais aminoácidos são prolina e lisina, responsáveis pela síntese de colágeno endógeno com a ajuda de alguns cofatores, citados abaixo.

Ele é isento de gordura, colesterol e carboidratos. Além de tudo, é uma proteína de fácil digestão e assimilação devido ao processo de hidrólise, com inúmeras indicações tanto na área de saúde como nos cuidados com a beleza da pele, cabelos e unhas.

Como consumir colágeno hidrolisado
A dose recomendada é de dez a vinte gramas diárias (1 a 2 colheres de sopa) de colágeno hidrolisado diluído em meio copo de suco, leite ou iogurte. A nutróloga Tamara recomenda o colágeno em pó puro, sem a adição de corante e adoçante. Uma forma muito prática é a apresentação em balas tipo goma, que contêm colágeno associado ao óleo de coco, garantindo um benefício duplo.

“Os primeiros efeitos podem ser notados após dois a três meses de consumo diário”, explica. O colágeno hidrolisado é um alimento e não há nenhuma restrição ou contraindicação, nem limite de tempo para o seu uso.

O corpo produz colágeno
Existem nutrientes que ajudam o corpo a sintetizar e a preservar o colágeno por diversos caminhos metabólicos, agindo como cofatores. Para isso é preciso consumir alimentos ricos em lisina, ômega 3, vitamina A, enxofre, licopeno e vitamina C.

A lisina está presente em laticínios, carnes, aves, peixes e frutos do mar, ovos, lentilha, tofu, quinoa e semente de abóbora. Pescados fornecem o ômega 3, que reduz a degradação de colágeno, e neste grupo também entram chia, linhaça, nozes, castanhas e abacate. Fontes de enxofre incluem alho, cebola, azeitonas, couve-de-bruxelas, ovos, pepino e aipo.

Dessa forma, a vitamina A trabalha em conjunto com o enxofre para produzir novas fibras de colágeno e elastina, e está presente em frutas e vegetais de cor verde, vermelha, laranja e amarela, como cenoura, batata doce, melão, manga etc.

O licopeno inibe a colagenase, uma enzima que destrói o colágeno, e se concentra no tomate, melancia, goiaba, acerola, pimentão vermelho e beterraba. Para finalizar, não pode faltar vitamina C, que se junta à lisina e prolina para formar os blocos de colágeno no corpo, abundante em frutas cítricas, vegetais folhosos de cor verde escura, pimenta vermelha, pimentão, goiaba, acerola, açaí e kiwi.

Saiba mais: Vale a pena usar a suplementação de colágeno?
Vegetarianos, lisina e colágeno
Como o colágeno está presente em produtos de origem animal, os vegetarianos precisam ser bem cuidadosos na hora de montar o prato para não ter deficiência desta proteína essencial à saúde.

Os precursores de colágeno citados acima não podem faltar, e a maior dificuldade reside na obtenção de lisina, pois a prolina é sintetizada pelo corpo a partir de outros aminoácidos. Os ovolactovegetarianos não têm problema para obter lisina, pois ovos e laticínios são excelentes fontes do aminoácido.

A nutróloga Tamara Mazaracki listou algumas opções para os veganos, como:

Seitan (bife de glúten de trigo)
Proteína de soja (leite, tofu e carne de soja)
Ervilha
Lentilha
Feijões
Levedo de cerveja
Oleaginosas
Manteiga de amendoim
Neste caso, é importante consultar um especialista para saber a quantidade indicada de cada alimento para obter níveis adequados de lisina.

Suplemento alimentar
Por ser uma proteína de fácil digestão e assimilação, o colágeno é um suplemento alimentar com inúmeras indicações na área de saúde. Com o passar dos anos ocorre uma redução gradual de colágeno nos tecidos corporais, e ele também sofre em qualidade, tornando-se menos elástico e hidratado.

O colágeno suplementar é usado para prevenir a degradação do colágeno corporal, ajudando assim a manter pele, tendões, ossos e ligamentos mais saudáveis. “Estudos comprovam que usar diariamente o colágeno como suplemento nutricional pode melhorar, de forma significativa, diversos fatores na saúde interna e externa de quem usa”, afirma a dermatologista Gladys Mattei.

“Confira os prós e contras da técnica da espuma para tratar varizes

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, apesar de ser considerado seguro e de baixo custo em comparação aos outros, o método da espuma tem um alto índice de recorrência

Leia também: Varicell preço

Basta uma pequena quantidade de espuma aplicada na veia através de uma seringa e, em poucos segundos, adeus às varizes. Parece mágica? Não é. Embora exista há mais de 30 anos, a esclerose com espuma ganhou destaque recentemente. A técnica capaz de secar vasos sanguíneos prejudicados, porém, não serve para todos os casos. Quando o objetivo principal é a estética, deve ser repensada, pois pode causar manchas escuras na pele.”

Marca de creme barato para o rosto tem efeito igual ao de luxo

Mulher usa creme Nivea e outro creme caro em cada lado da face por 4 semanas

Pode uma marca barata ter o mesmo efeito de uma marca de luxo cara? Claire Cisotti usou dois cremes durante um mês em cada lado da face e o resultado foi surpreendente.

Leia também: Cremes firmadores bula

Quando a atriz de 66 anos de idade, Alison Steadman revelou recentemente que ela não usa cremes caros e hidrata-se com Creme Nivea para manter a pele jovem, me alegrei.

Leia também: Skin renov reclame aqui

“Eu tenho usado cremes para o rosto por 33 anos, desde que minha mãe me comprou o meu primeiro pote de creme, quando eu tinha 13 anos, e me disse que era tudo que eu precisa para uma grande aparência.
Ela também começou a usá-lo quando ela era adolescente e, mesmo sem nunca colocar os pés em um salão de estética, sua pele ainda parece incrível aos 71”, afirma Claire.

Embora ambos estávamos confusas quando o nosso hidratante favorito foi interrompido há dez anos, nós não usamos nada caro.

Devotas de hidratante baratos incluem Kate Winslet ,37, e aperenemente jovem Joan Collins, 80 – que ambos admitiram usar Creme Nivea. Mas pode uma poção que custa pouco menos de R$ 10,00 realmente competir com uma marca de luxo?

Decidi colocá-los à prova. Por 30 dias eu iria hidratar o lado esquerdo do meu rosto com Nivea Creme. Do outro lado eu usaria um de mais de R$ 100 reais.

Enquanto o Creme Nivea, que vem em potes azuis, foi lançada pela primeira vez na Alemanha em 1911 e contém ingredientes do quotidiano, tais como a glicerina, outros cremes tem supostamente fórmulas inovadoras.

As atrizes Alison Steadman e Kate Winslet alegam usar creme Nivea

Antes de iniciar o teste de 4 semanas minha pele foi testada por Nicolas Miedzianowski-Sinclair, da The Cosmetic Imaging Studio – que fornece imagens em 3D para pessoas que passam por procedimentos cosméticos, utilizando uma máquina Visia para digitalizar meu rosto. Ele, então, fez novo teste no final da minha experiência.

Desenvolvido pela Nasa para monitorar os efeitos da radiação e da gravidade zero sobre a pele dos astronautas, o Visia utiliza diferentes tipos de exposição à luz para medir rugas, danos causados pelo sol, vermelhidão e tamanho dos poros.

De acordo com Nicolas, enquanto minhas rugas e linhas finas estão melhores do que a média para a minha idade – faço 47 em breve – a minha pele está bastante desidratada. Ele também destaca a rosácea leve que herdei de minha mãe, que muitas vezes deixa minha pele, especialmente a minha face avermelhada.

Então, qual o melhor?

Depois de 4 semanas voltei ao Nicolas para ver os resultados finais e eles foram inequívocos. De acordo com scans do dermatologista, o Creme Nivea teve o melhor desempenho. Ele disse que o lado esquerdo do meu rosto – onde eu passava o Nívea – manteve uma melhor hidratação do que o seu rival bem mais caro. Não só isso, mas a minha vermelhidão reduziu e algumas das linhas finas ao redor dos meus olhos desapareceram.

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE COLÁGENO

TIRE SUAS DÚVIDAS SOBRE COLÁGENO

O colágeno é a proteína mais abundante do nosso corpo e, entre tantas funções, oferece sustentação dos tecidos, olhos, cartilagens do nosso corpo. Ele é responsável por diversos benefícios como aumentar a elasticidade da pele, fortalecer cabelos e unhas e, inclusive, combater o envelhecimento. Ele diminui a incidência das coisas mais indesejáveis entre as mulheres: rugas, linhas de expressão, estrias, flacidez e celulite. Já se convenceu de que o colágeno é mesmo tudo de bom?

A partir dos 30 anos há uma queda gradual no processo de produção de colágeno. Além do processo natural de envelhecimento, maus hábitos podem aumentar consideravelmente a perda de colágeno: exposição ao sol sem a devida proteção, consumo excessivo de cafeína, tabagismo, estresse e dietas de valor calórico extremamente baixo. A consequência disso? Flacidez, rugas, perda dos cabelos, unhas fracas e problemas nas articulações.

Leia também: Colágeno em pó

A melhor forma de repor a substância de forma natural é através de uma alimentação rica do nutriente ou de suplementos.

Na alimentação, as melhores fontes de colágeno estão presentes em alimentos de origem animal, especialmente peixes, carne vermelha e frango. Também pode ser encontrado em ovos, queijo minas e queijo cottage, por exemplo. Vale lembrar que para o colágeno ser sintetizado pelo organismo é importante que se tenha também o consumo de fontes de vitamina C principalmente, mas também de vitamina E, selênio e zinco. Por isso, a alimentação rica em frutas – acerola, caju, laranja, limão, abacaxi, e também oleaginosas, tais como avelã, amêndoas, castanha-do-Pará, devem também ser incluídas diariamente nas refeições.

Leia também: Skin renov funciona

Colágeno hidrolisado
Como forma de suplementação a pedida é o colágeno hidrolisado, que é melhor absorvido pelo organismo. O colágeno hidrolisado pode ser encontrado na forma líquida, em cápsula ou pó. Antes de escolher a suplementação, no entanto, é necessário antes procurar orientação médica, pois ingerido em excesso, pode fazer mal à saúde, dando sobrecarga renal, hepática e retenção de líquidos, por exemplo.

LEIA TAMBÉM
Pele bonita = Colágeno em dia

A versão mais indicada é a em pó, já que as cápsulas não comportam a quantidade de colágeno recomendada por dia, isto é, 10 gramas. Seria preciso ingerir cerca de 20 cápsulas para alcançar a recomendação diária. Já na versão em pó, basta uma colher das de sobremesa.

Ele pode ser misturado em água, sucos ou vitaminas. O ideal é consumir o produto de 30 a 60 minutos antes do almoço ou jantar, já que ele estimula o mecanismo de saciedade, o que leva a comer menos na refeição a seguir.

Os benefícios do colágeno são realmente comprovados?

Os benefícios do colágeno são realmente comprovados?

Os benefícios do colágeno são propagados como milagrosos. Mas será que há provas de que essa substância realmente deixa a pele mais bonita. E nas articulações, ele realmente beneficia?

O colágeno, que é encontrado nos ossos, cartilagem e pele de animais (incluindo vacas, frango e peixe) tem ganho cada vez mais popularidade. Ele é vendido em forma de pó e está presente em barras de proteína, doces e bebidas.

Mas consumir produtos à base de colágeno realmente faz diferença? O colágeno não é encontrado apenas em animais, o corpo humano também o produz. De fato, ele é a proteína estrutural mais abundante no corpo humano.

Ele é o componente principal do tecido conjuntivo. Está presente em nossos ossos, tendões, ligamentos, cabelo, pele, órgãos, músculos e veias. Nosso corpo fabrica colágeno a partir de aminoácidos, que consumimos em alimentos ricos em proteínas.

Pesquisas mostram que outros nutrientes estão envolvidos com a produção de colágeno, como cobre e vitaminas A e C. Pigmentos de plantas chamados antocianidinas também contém colágeno. Esses pigmentos são encontrados em alimentos com coloração vermelha, roxa e azul.

Conforme o corpo envelhece, ele produz menos colágeno. Daí surgem as rugas flacidez e enfraquecimento das juntas.

Leia também: Skin renov bula

Alguns maus hábitos também interferem na produção de colágeno. Fumo, álcool e exposição ao sol são prejudiciais nesse sentido.

Mas se o corpo produz colágeno, é útil consumi-lo? A resposta não é tão óbvia e simples. Alguns especialistas dizem que quando você ingere colágeno, ele é absorvido como um aminoácido.
Em outras palavras, ingerir colágeno não é diferente de ingerir alimentos ricos em proteínas. Porém, sem muitas pesquisas sobre os benefícios do colágeno, o processo de ingestão e absorção não é conhecido por completo.

O que a ciência diz sobre os benefícios do melhor colágeno hidrolisado?
Em um estudo de 2014, o efeito do colágeno hidrolisado foi analisado na pele de mulheres. entre idades de 35 a 65 anos, 69 mulheres participaram do estudo.

Um grupo tomou o suplemento uma vez por dia por 8 semanas. O segundo grupo tomou um placebo. As mulheres do grupo que ingeriu o colágeno exibiu muitas melhoras na comparação com o segundo grupo.

Um mês depois do fim do estudo, os efeitos ainda eram bem melhores em mulheres mais velhas. Quanto à hidratação da pele, não houve diferenças significativas. Um outro estudo focalizou os benefícios para dores nas juntas.

Com 147 atletas homens e mulheres, o estudo durou 24 semanas e usou colágeno hidrolisado. O grupo que consumiu a substância registrou menos dor. As situações avaliadas foram: em repouso, andando, levantando, em pé e carregando objetos.

Apesar dos resultados positivos, é difícil saber se a ingestão traz todos os benefícios do colágeno como as embalagens dizem.

É possível, no entanto, estimular a produção de colágeno com alguns tratamentos. Leia mais sobre o assunto em nossa matéria sobre microagulhamento: perfuração com agulhas rejuvenesce?