Categoria: Saúde Geral

Pomadas para assaduras, boas?

Pomadas para assaduras, boas?

Estas pomadas só devem ser utilizadas quando o bebê ou o recém-nascido tem alguma assadura na região da fralda. Para saber como identificar a assadura do bebê e outras formas de a tratar consulte: Como cuidar da assadura do bebê.

Como passar a pomada para assadura
As pomadas para assadura devem ser aplicadas colocando o equivalente a 1 grão de ervilha na ponta do dedo e passando na área avermelhada, formando uma camada branca. Enquanto o bebê ainda tiver a assadura, deve-se limpar a pomada que se colocou anteriormente e recolocar um pouco de pomada sempre que se trocar a fralda.

Pomadas para prevenir a assadura
As pomadas para prevenir a assadura no bebê são diferentes das pomadas para assadura e só devem ser utilizadas quando o bebê ainda não tem assadura, para prevenir o seu aparecimento.

Leia também: Hipoglós preço

Alguns exemplos destas pomadas são o Creme Preventivo de Assaduras da Turma da Xuxinha, o Creme para Assadura Vitaminada da Mustela e o Creme Preventivo para Assadura da Turma da Mônica, que devem ser aplicadas diariamente em cada troca de fralda.

Além destas pomadas para prevenir a assadura, deve-se trocar a fralda sempre que o bebê fizer xixi e cocô, não deixando a pele ficar em contato com estas substâncias por mais de 10 minutos.

Terçol no olho: Dormir com maquiagem pode favorecer o surgimento do problema?

Quem nunca percebeu uma bolinha vermelha dolorida na região da pálpebra parecida com um furúnculo ou espinha? Oftalmologistas apontam que o terçol, como é chamada popularmente a viuvinha ou viúva, é um dos problemas mais recorrentes dos olhos.

Leia mais: Bolsa nos olhos? Descubra como prevenir e tratar

O terçol, como é chamada popularmente a viuvinha ou viúva, é um dos problemas mais recorrentes dos olhos. Como a maquiagem pode influenciar no aparecimento? (Foto: iStock)

Causada pela obstrução das glândulas da pálpebra, é mais comum que a inflamação apareça devido ao acúmulo de oleosidade e sebo na região, que acaba por favorecer a formação de pequenas crostas. Porém, há um agravante ainda maior no caso das mulheres: o uso de itens queridinhos da maquiagem como lápis de olho, rímel e até mesmo cílios postiços.

Leia também: o que é Terçol

Veja também: Alergia nos olhos: entenda porque acontece

Porém, a simples aplicação não implica na complicação, que pode surgir devido a dois possíveis descuidos, conforme explica Claudia Marçal, médica especialista pela Associação Médica Brasileira (AMB), membra titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da American Academy of Dermatology (AAD).

“Se o produto for de má qualidade, pode causar uma hipersensibilidade no local capaz, irritando a região e fazendo com que a glândula tente se livrar daquele depósito de pigmento. Além disso, se não bem retirado com demaquilante após uso da maquiagem, o lápis pode provocar um processo inflamatório pela presença da sujeira que obstrui a glândula”, explica.

Sintomas, tratamento e como prevenir
Além da vermelhidão, febre localizada e dor na região das pálpebras, o terçol também pode ter pus. Em alguns casos, o processo inflamatório também é interno e pode aparecer tanto na parte inferior, quanto na superior do olho. Ele também tem maiores chances de surgir em pessoas que sofrem de blefarite, ou seja, quando o paciente já tem tendência de desenvolver inflamações na região dos olhos e começam a aparecer pequenas ‘casquinhas’ próximas aos cílios.

Geralmente, o terçol pode desaparecer em alguns dias e compressas de água morna na região podem aliviar os sintomas. Se o processo passar de inflamatório para infeccioso, ou seja, quando as bactérias da região passarem a agir, é possível que seja necessária uma limpeza realizada por um profissional para tirar a secreção, além do uso de colírios antibióticos ou outros medicamentos de via oral. Por isso, é sempre aconselhável procurar um médico.

Uma das formas mais efetivas para prevenir o surgimento do problema é higienizando bem a área dos olhos, com sabonete e água corrente e nunca dormir de maquiagem ou com cílios postiços. Retire o rímel e o lápis com a ajuda de uma bolinha de algodão e demaquilante próprio para a região dos olhos. Essa orientações devem ser seguidas à risca principalmente pelas mulheres que usam maquiagem diariamente.

Alimentação e Saúde: Princípios para um Estilo de Vida Saudável

OBJETIVOS
– Propiciar um debate, e, sobretudo, uma reflexão sobre a relação direta entre alimentação e saúde no nosso cotidiano; ressaltando ainda, a importância de práticas saudáveis na melhoria constante da qualidade de vida. – Relacionar e compreender a importância da agricultura sustentável na alimentação e saúde, que, principalmente com o advento da mecanização e industrialização do campo, produz alimentos com qualidade questionável em função da utilização em massa de agrotóxicos, os quais são responsáveis pela contaminação do solo, da água e, sobretudo, causadores de doenças.

Leia também: celulite

CONTEÚDO
1 – Alimentação e saúde: definições e objetivos;
– Panorama e relação entre alimentação e saúde;
– Políticas públicas alimentares: segurança alimentar e soberania alimentar (fome zero);
– Josué de castro e a geografia e a geopolítica da fome;
– Estudo de caso: alimentação e as metas do milênio,
2 – Costumes e práticas alimentares;
– A mercantilização dos alimentos;
– Agrotóxicos e transgênicos x contaminações ambientais e antrópicas;
– Alimentação e saúde pública: ética e respeito à vida;
3 – Produção limpa – agroecológica;
– Qualidade de vida a alimentação saudável;
– A cura com a alimentação;
– Lugar de médico é na cozinha;
– O psf e o uso das plantas medicinais;